Overplanning: Procrastinação Disfarçada

Planejar, em muitas situações da vida, seja nos negócios ou na carreira, é essencial. Ter um plano nos mostra mais detalhadamente a direção que escolhemos e nos ajuda a seguir por ela. Mas hoje, queremos abordar o assunto “Planejamento” de uma maneira diferente,  tratando como “Overplanning“.

sobre o planejamento

Overplanning é o ato de planejar em acesso, por assim dizer. Acontece com alguns empreendedores, que acabam focando demais na criação de planos, trajetórias e cronogramas, e acabam esquecendo do mais importante: AGIR.

É comum em muitos projetos, que seja gasto mais tempo no planejamento do que na execução em si. Porque na fase de planejamento, devemos levar em consideração todas as variáveis que podem afetar a execução do projeto, levando em conta riscos e urgência do mesmo. Mas em alguns casos, o plano não precisa passar de uma rápida explicação de como tudo sera feito. Quando ficamos muito tempo no planejamento, acabamos desperdiçando tempo que poderia estar sendo usado em outras tarefas igualmente importantes. Por isso, vale à pena concentrar-se para tomar decisões de forma assertiva e não atrasar nenhum outro trabalho.

Quando somos questionados se o tempo gasto no plano valerá à pena, normalmente a resposta é sim. Afinal, planejar-se é uma ótima forma de prevenir-se de complicações futuras. Mas, em alguns casos, a resposta pode ser não, porque tal projeto não tem tantas dependências ou riscos, a análise do tempo gasto deve ser feita cuidadosamente por cada responsável.

Procrastinação Disfarçada

Iniciamos um planejamento como preparação para nossas ações. Mas as vezes, mesmo que nos sintamos responsáveis e organizados,  estamos apenas “enrolando á nós mesmos” e acabamos planejando incansavelmente, como uma desculpa para evitar o início da execução da tarefa. E essa “enrolação” é a chamada Overplanning. Porque a fase de planejamento é uma zona de conforto, o medo, receio ou até mesmo preguiça de iniciar a tarefa, faz com que fiquemos presos no planejamento.

overplanning também pode nos cegar para oportunidades, principalmente quando durante o planejamento, focamos demais em eliminar todos os riscos. Acabamos nos assustando e acreditamos não estar prontos para ultrapassar obstáculos devido à falta de algum item, ou por medo de não ser\ter o suficiente, e ficamos sem agir.

Mas, ainda que planejar demais seja um risco, planejar de menos também não é o correto.

Falta de Planejamento

Planejar as vezes, é uma questão de perfil. Há que não consiga agir sem planejar-se, geralmente são pessoas com perfil Cuidadoso. Mas há quem ache o planejamento desnecessário, e acaba partindo direto para a ação, são pessoas de perfil Experimental. Mas, para quem tem esse perfil mais executor, pula o planejamento porque realmente consegue obter sucesso sem ele (não é impossível), porém, não são todos que possuem esse feeling tão aflorado.

Não ter um planejamento pode deixar você perdido quando as coisas apertam. Em situações com menos funcionários, problemas de saúde ou família aumentando, planejar-se pode tornar-se uma necessidade, onde mesmo que de forma não tão organizada, seja feito ao mínimo uma lista de afazeres que o ajude a fazer tudo aproveitando ao máximo o seu tempo.

A grande vantagem de planejar-se, é ter os problemas e gargalos expostos antes de você realizar as ações. Enquanto o plano fica somente na mente, acabamos acreditando que tudo pode ser feito no tempo disponível e que temos tudo à mão, mas nem sempre é assim. Quando você passa os planos para o papel, acaba prevenindo-se, visualizando o que falta e até definindo prazos e priorizando algumas ações. Fazendo com que você crie expectativas mais realistas quando à execução e à conclusão das ações. Pois quando você notar que o passo A não saiu exatamente como o planejado, saberá como adaptar ainda mais o passo B, sem atrasos.

Se o planejamento é importante, mas quando feito em excesso, é prejudicial, como chegar à um equilíbrio? Você pode acessar agora mesmo nossas 6 dicas para não cair em “Overplanning“.

Se você esta buscando conhecimento sobre Planejamento, este artigo “7 erros mais comuns no Planejamento Estratégico” também é para você.

Não permita-se ficar com dúvidas, entre em contato conosco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *